Rushing Fall, Battle Of Midway, Mendelssohn e Forever Unbridled vencem os G1 na sexta-feira da Breed Internacional

No primeiro dia do final de semana da Breeders’ Cup no Hipódromo de Del Mar, na Califórnia, quatro provas de G1 foram disputadas tendo Rushing Fall, Battle Of Midway, Mendelssohn e Forever Unbridled como vencedores. Com ótimo público e um movimento de apostas sensacional, a sexta-feira, 03 de novembro foi um excelente aperitivo para o sábado de Breeders’ Cup.

 

Fotos Horse Racing Nation

Rushing Fall leva a Breeders’Cup Juvenille Fillies Turf - G1

Na competição entre as potrancas de 2 anos, em 1.600 metros, na pista de grama, levou a melhor a americana Rushing Fall, treinada por Chad Brown e montada por Javier Castellano.

A prova, com bolsa garantida de U$D 1 milhão, tinha a presença de várias potrancas oriundas da Europa, entre elas a favorita irlandesa Happilly, que não deu impressão em parte alguma do percurso. A também irlandesa Juliet Capulet e Moon Dash fizeram o ritmo da competição, seguidas por Ultima D e Significant Form. A ganhadora vinha no meio do pelotão.

Na hora decisiva, Rushing Fall e Ultima D entraram embaladas e dominaram as ponteiras. Ultima D atirou-se para dentro e perdeu ação. Com isso, Best Performance e September surgiram com ação. Todavia, Rushing Fal, tinha reservas e manteve a ponta até o disco. Best Performance formou a dupla com Sepetember em terceiro, Ultima D em quarto e a francesa Fatale Bere na quinta colocação.

Criada por Fred W. Hertrich III & John D. Fielding e defensora das sedas de Five Racing Thoroughbreds, Rushing Fall é uma filha de More Than Ready e Autumnal, por Forestry, manteve-se invicta através de três apresentações e parou os cronômetros em 1min36s09.

 

Vitória de Battle Of Midway na Las Vegas Breeders’ Cup Dirt Mile - G1

Prevaleceu o 3 anos Battle Of Midway na Las Vegas Breeders’ Cup Dirt Mile - G1, em carreira misturada com os mais velhos. Flavien Pratt deu enérgica direção no animal apresentado por Jerry Hollendorfer.

Sharp Azteca mandou na carreira desde a largada, sempre seguido por Gato Del Oro. More Spirit e Iron Fist também corriam à frente do ganhador Battle Of Midway, que largou bem e acompanhava o train na quinta colocação. Pratical Joke melhorava aberto.

Em plena reta final, Battle Of Midway apresentou-se para a briga, mas Sharp Azteca mostrava disposição incomum e resistia bravamente. Todavia, Battle Of Midway trazia mais ação, dominou a situação e venceu com firmeza. Sharp Azteca fez ótimo segundo com Awesome Slew e Pratical Joke a seguir.

Na sua quinta vitória, a primeira de G1, Battle Of Midway, um filho de Smart Strike e Rigoletta, por Concerto, criado por Thor-Bred Stables e defensor da parceria WinStar Farm, LLC & Don Alberto Stable, assinalou para a milha 1min35s20.

Mendelssohn, o melhor na Breeders’ Cup Juvenile Turf - G1

Um dos valores trazidos da Europa para o Festival da Breeders’ Cup, Mendelssohn fez valer a viagem e vai levar para a Inglaterra o troféu da Breeders’ Cup Juvenile Turf - G1. O castanho de 2 anos é treinado pelo consagrado Aidan O’Brien e foi muito bem conduzido por Ryan Moore.

Mantido na quarta colocação por seu piloto, Mendelssohn vigiou de perto o ritmo imposto por Sands Of Mali, Flameaway e Snapper Sinclair. Na reta final, conseguindo excelente passagem entre Sands Of Mali e Flameaway, Mendelssohn engrenou para cima do ponteiro, assumiu o comando das ações e rumou firme para o disco. Untamed Domain atropelou forte para ficar com a dupla, enquanto Voting Control, Catholic Boy e Beckford completaram o placar remunerado.

Criado em Kentucky, na Clarkland Farm, Mendelssohn é um 2 anos filho de Scat Daddy e Leslie’s Lady, por Tricky Creek e de propriedade de Derrick Smith, Mrs. John Magnier & Michael Tabor. Na sua segunda vitória, a primeira de G1, Mendelssohn cobriu a milha em 1min35s97.

 

Domínio de Forever Unbridled na Longines Breeders’ Cup Distaff - G1

Nos metros iniciais da competição, a ganhadora Forever Unbridled só corria à frente de Abel Tasman. Nos disco, as duas foram as primeiras, dominando a versão 2017 da Longines Breeders’ Cup Distaff - G1.

Champagne Room, Paradise Woods, Elate, Mopotism e Stellar Wind eram as cinco primeiras no metros iniciais. Como dito acima, Forever Unbridled e Abel Tasman vinham nas últimas colocações. Forever Unbridled na reta oposta melhora francamente e no final da última curva era a que trazia mais ação.

No momento de decisão, Forever Unbridled surgiu forte pelo meio de raia e deu fila de que conseguiria fácil êxito, pois suas rivais mostraram cansaço. Abel Tasman começou a descontar sobre a ponteira com força. Entretanto, mesmo aos 5 anos, uma das mais velhas do lote, Forever Unbridled teve forças para manter a ponta e cruzar no espelho em primeiro. Abel Tasman formou a exata com Paradise Woods, Elate e Mopotism a seguir.

Brilhantemente apresentada por Dallas Stewart e com John Velasquez montando o fino, Forever Unbridled, uma filha de Unbridled’s Song e Lemons Forever, por Lemon Drop Kid, de criação e propriedade para Charles E. Fipke. Na sua oitava vitória, a quarta de G1 – Aplle Blossom Handicap; Beldame; Personal Ensign, os outros -, Forever Unbridled completou os 1.800 metros em 1min50s25.

Transcrito JCB

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!