Ishvara supera as mais novas na Prova Especial Old Tune Gávea

Foto Sylvio Rondinelli

Em direção milimétrica e enérgica de Marcos Mazini, Ishvara, a mais velha do lote, superou No La Quieras por pequena diferença e levou a melhor na Prova Especial Old Tune. O páreo, em 1.200 metros, pista de areia macia, foi uma celebração do Jockey Club Brasileiro à sua 4ª Tríplice Coroada, que em pistas brasileiras defendeu as sedas do Haras Internacional.

Dada a largada, mesmo com algumas competidoras bem velozes largando por dentro, Rainha Judith saiu como um bólido por fora de todas e em rápidos galões já estava na linha um com um corpo de vantagem sobre Gearbox. India do Iguassu, Festa Pronta, Jenny Holzer, Barbara Mel, No La Quieras, Famosa Carmen e Ishvara vinham a seguir. Galopando largo, Rainha Judith mostrava o caminho, sempre seguida por Gearbox. A ganhadora Ishvara seguia no fundo do lote.

Na hora da verdade, Gearbox partiu para cima de Rainha Judith e parecia que dominaria com facilidade a situação. Ledo engano, Rainha Judith tinha reservas, reacionou por dentro e chegou a dar fila de vitória. Entretanto, No La Quieras e Ishvara começaram a descontar bastante e pelo externo da raia. Na tocada eficiente de Mazini, Ishvara conseguiu superar No La Quieras que fez excelente segundo lugar. Rainha Judith mostrou ótimo padrão para ser a terceira colocada. Gearbox e India do Iguassu completaram o placar remunerado.

Preparada no CT Vale da Boa Esperança pelo talentoso Cosme Morgado Neto, Ishvara é uma 6 anos, filha de Cape Town e South America, por Stuka, criada pelo Stud Red Rafa e defensora do Stud Pocotinha. Na sua sexta vitória, em 28 saídas, Ishvara percorreu os 1.200 metros, em 1min14s15.

Transcrito JCB/Fernando Lopes

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!