Tinindo, Tallin vence a P.E. Waldmeister Gávea

Foto Sylvio Rondinelli

Na sua terceira vitória em 2018 e a quarta consecutiva, Tallin mostrou perfeita adaptação ao aumento do percurso e levou a melhor na Prova Especial Waldmeiwster – 1ª Etapa da Taça Quati. A carreira, em que o JCB homenageia o fantástico chefe de raça importado ao Brasil pela família Peixoto de Castro, foi uma das atrações da reunião do domingo, 18 de março, no Hipódromo da Gávea e disputada em 2.800 metros, grama leve com seis metros de cerca móvel.

Com o forfait antecipado de Departure Time, partida ótima para os seis concorrentes pouco antes da seta dos 1.000 metros. Desejo Ousado e Tallin eram os primeiros, seguidos por Diligente, Hooters, o favorito Englightened e Guaruçá. Na primeira passagem pelo espelho, ritmo moderado e Tallin na primeira posição com Desejo Ousado ao seu lado, por dentro. Sem alterações no panorama, os animais entraram na reta oposta capitaneados por Tallin. Pouco antes da grande curva, o piloto de Desejo Ousado tentou uma cartada interessante e deu rédeas a seu pilotado, assumindo a dianteira e abrindo dois corpos sobre Tallin, cujo jóquei mantenve-se sereno quanto a vantagem do rival. Englightened, Diligente e Hooters tentavam aproximar-se dos primeiros. Guaruçá fechava o lote.

Em plena reta final, Desejo Ousado entrou na frente, Tallin veio pra cima e Englightened foi tirado para linha cinco, seis e buscava juntar-se à luta pela vitória. Com Muriel Silva Machado fazendo tudo da forma perfeita, Tallin diminuiu a vantagem de Desejo Ousado e dominou-o pouco antes do espelho, com seu piloto cruzando o disco comemorando bastante. Desejo Ousado formou a dupla. Englightened não mostrou força para superar os adversários e terminou em terceiro, atacado por Guaruçá, o quarto. Diligente fechou o placar e Hooters a raia.

Mantido em estado espetacular por Cosme Morgado Neto no CT Vale da Boa Esperança, Tallin é um 5 anos, filho de Shirocco e Taverne, por Torrential, de criação e propriedade do turfman Carlos dos Santos. No seu quinto êxito, o quarto seguido, Tallin parou os cronômetros em 2min54s23.

Transcrito JCB/Fernando Lopes

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!