Bóris do Jaguaretę demonstra sobras entre os fundistas Cidade Jardim

Foto Marília Lemos

Reunindo produtos de 3 e mais anos, a Prova Especial Narvik, em 3.000m na pista de grama (pesada, com 9m de cerca móvel), revelou, neste sábado (7/4), em Cidade Jardim, a vitória de Bóris do Jaguaretê, 4 anos, filho de Amigoni e Golden Medal, por Roi Normand, de criação e propriedade do Stud Jaguaretê.

Com o uruguaio Homer (T. H. Approval) puxando o pelotão, os competidores passaram pelo disco na primeira volta. Lucky One (Manduro) corria em segundo e Bóris do Jaguarete em terceiro. Depois, Kebab (T. H. Approval), Concilium (Sulamani) e Forbes (First American).

Sob ritmo moroso, o pelotão passou pela curva da direita e superou a reta oposta. Na cabeceira da última curva, Forbes passou para quarto, na única alteração na disposição dos competidores, até a entrada da reta final.

No tiro direto. Forbes avançou sobre Homer, tapando a passagem de Bóris do Jaguarete. Na primeira oportunidade que André Luis Silva teve, porém, para lançar Bóris do Jaguaretê entre Homer e Forbes, o favorito dos apostadores arrematou com desenvoltura, a 300 metros do disco.

Numa vitória firme, superou Kebab por 4 corpos e ¼. Forbes (7 e ¾) em terceiro, finalizando Lucky One (11 e ½) e Homer (11 e ½) no complemento do marcador. A seguir, Concilium.

Treinado por Mário André, Bóris do Jaguaretê obteve a quinta vitória em 21 saídas. Vencedor do GP 14 de Março - G3 e do Clássico Pres. Rafael A. Paes de Barros - L, percorreu os três quilômetros na marca de 3:15.33.

Transcrito ABCPCC.

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!