Brasileiro Aero Trem vence o Criterium de Potrillos em Marońas Internacional

Foto Maroñas Entertainment

O domingo (24/6) foi de ótimos resultados para a criação brasileira, no Hipódromo de Maroñas. Dentre os troféus conquistados por representantes do Brasil, ou relacionados à criação do país, esteve a taça do Gran Criterium de Potrillos (URU -  G2), em 1.400m na areia, para produtos de 2 anos, vencido por Aero Trem, filho de Shanghai Bobby e Piace Molto, por Gilded Time, de criação e propriedade do Haras Old Friends.

Julio C. Méndez permitiu que Aero Trem sobrasse, após a partida, para as últimas colocações – diante do forte ritmo movimentado nos primeiros postos, no qual não se envolveu. Somente na cabeceira da curva foi que o brasileiro começou a ganhar posições, ingressando na reta final em sexto.

Na altura dos 300 finais, quando Duro de Matar (Salto) e The Broad (Saratoga Storm) disputavam a primeira posição, Aero Trem lhes atacou, dominando, logo à frente, a prova. The Broad, porém, ensaiou resistência contra o tropel do brasileiro – sem, todavia, lograr êxito na missão. Aero Trem bateu The Broad por pescoço, deixando Duro de Matar a 5 corpos, em terceiro. Fast Night, um filho do brasileiro Meal Night, completou a quadrifeta.

Treinado por Alcides de los Santos, Aero Trem conquistou a terceira vitória em 5 saídas. Tempo de 1:22.32.

Mudador, 4 anos, filho de Desejado Thunder e Veia Latina, por Top Size, de criação e propriedade de Luiz Alberto Andrade de Araújo, de campanha nacional desenvolvida, exclusivamente, em Porto Alegre, levou de vencido o Clásico Reapertura Hipodromo Nacional de Maroñas (URU – G3), em 1.000m na raia de areia, para produtos de 3 e mais anos.

Mandando na prova desde a largada, Mudador não deu chance aos adversários no tiro direto. Sob condução de Maicol de Souza, superou a também brasileira Holy Legal (Holy Roman Emperor, do Haras Belmont) pela margem de 2 corpos. Dog Halo (Teeth of The Dog) ficou com a terceira posição. Os brasileiros El Danzarín (Dubai Dust, do Stud Duplo Ouro) e Tocoymevoy (Elusive Quality, de criação do Haras Old Friends) finalizaram nas quarta e quinta colocações, respectivamente.

Outra inscrição vitoriosa de Alcides de los Santos na tarde, Mudador percorreu o quilômetro na marca de 56.84. No ato, obteve a sétima vitória em 15 saídas. No Brasil, sagrou-se destacado velocista em Porto Alegre, onde venceu, dentre outros páreos, o GP ABCPCC - L.

 

Na prova correspondente àquela vencida por Aero Trem, La Marea, filha do brasileiro Quatro Mares e Amita, por Hearty, de criação do Haras San Miguel Queguenay e propriedade do Stud Los Pablito, conquistou o Gran Criterium de Potrancas - (URU - G2), em 1.400m na areia, para potrancas de 2 anos.

Conduzida por Fábio Guedes, derrotou Soy Atractiva (Ecclesiastic) por cabeça. As brasileiras Imennsa Vendetta (First American, do Stud Gaeta) e Bets Off (Drosselmeyer, de criação do Haras Interlagos) finalizaram nas terceira e quinta colocações, respectivamente.

Treinada por Ramón Peralta, La Marea obteve a segunda vitória em 6 atuações. Tempo de 1:23.47.

As provas clássicas corridas da jornada mencionada, em Maroñas, ao contrário daquelas integrantes do calendário clássico brasileiro, são reputadas como meras provas clássicas regionais, assim reconhecida pela Federação Internacional de Autoridades Hípicas (IFHA).

Transcrito ABCPCC

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!