Hard Trick, um galope de saúde na Prova Especial Troyanos Gávea

Foto Sylvio Rondinelli

De ponta a ponta e sem jamais dar impressão de ser derrotado, Hard Trick levantou a Prova Especial Troyanos, carreira central da jornada da segunda-feira, 17 de dezembro, no Hipódromo da Gávea. A carreira, uma homenagem do clube carioca ao fantástico animal de criação e propriedade do Haras Santa Maria de Araras, ganhador, entre outras, dos GGPPs Brasil e São Paulo, foi realizada em 1.900 metros, areia macia.

Esperto na largada, Marcelo Gonçalves (em fase esplendorosa) lançou Hard Trick para a vanguarda resolutamente. O favorito Palpite era o segundo com Asddrubal em terceiro. Last Hope, Red Spirit, Regal Hipnos, Lion King, Per-Piacere e Liberado eram os próximos. Galolpando largo, sempre com dois, três corpos de vantagem, Hard Trick, que não “passava da milha” desde 2017, quando correu o GP Paraná, economizava fôlego. Atrás, os jóqueis vinham parando seus conduzidos, e Palpite, Asddrubal, Red Spirit e Last Hope seguiam na perseguição ao ponteiro, porém sem jamais importuná-lo.

No momento decisivo, Hard Trick entrou sobrando na frente. Palpite apresentou-se (com o arminho virado para o lado, o que pode ter tirado um pouco a referência do animal) e tentou desbancar o ponteiro. Em vão, acionado por seu piloto, Hard Trick saiu abrindo vantagem para o espelho, em êxito dos mais fáceis e contundentes. Regal Hinos tomou o segundo posto de Palpite. Asddrubal e Per-Piacere completaram o marcador remunerado.

Treinado no “CT Gávea” pelo ótimo José Ferreira dos Reis, Hard Trick é um 5 anos, filho de Agnes Gold e Trick Or Treat, por Wild Event, criado pelo Haras Springfield e defensor do Stud Daltex, do popular e querido “Ica”. Na sua oitava vitória entre Gávea, Cidade Jardim (GP Presidente da República – G2) e Paraná, Hard Trick parou os cronômetros em 2min00s35.

Transcrito JCB/Fernando Lopes

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!