Um show no Derby: Jet Lag domina os 2.400 metros do GP Cruzeiro do Sul - G1 Gávea

Foto Sylvio Rondinelli

Mostrando um coração enorme e o trabalho eficiente de seu treinador e equipe, Jet Lag, único animal do campo treinado na Gávea e, portanto, o único também que sofreu as consequências do terrível temporal que alagou o Jockey Club Brasileiro na semana que passou, superou isso tudo na raia e venceu, de ponta a ponta, o Grande Prêmio Cruzeiro do Sul – Derby - G1. Carreira mais importante para os animais de 3 anos, a prova foi o ponto alto da jornada do sábado, 20 de abril, no Hipódromo da Gávea e realizado em 2.400 metros, pista de grama macia.

Jóquei de temperamento introvertido, porém deveras talentoso em seu ofício, Henderson Fernandes esteve impecável na direção de Jet Lag e coroou todo o perfeito trabalho de Valter dos Santos Lopes e sua equipe, que fizeram de um tudo para minimizar os efeitos do temporal no ótimo potro de Alberto Juarez Tiellet Miorim e coloca-lo em condições de vencer. Não só isso, com o triunfo, Jet Lag botou um ponto de exclamação em sua campanha e gravou para sempre os nomes de seu criador, proprietário, jóquei e treinador pela primeira vez na lista dos ganhadores do Derby.

Jet Lag comandou os 2.400 metros da carreira, pulando na frente e cruzando o espelho pela primeira vez na frente de seus rivais. Olympic Ipswich, Garrison, Taksim (estes dois fazendo muita força), Miracle Mile, Medjugorje, Olympic Icecream, Galaxy Runner, Flash Olímpico, Tanto Riso e George Washington vinham a seguir. Galopando largo e economizando fôlego. Jet Lag mostrava o caminho aos adversários e abriu três, quatro corpos de vantagem no meio da reta oposta sobre Olympic Ipswich. Taksim e Garrison brigavam pelo terceiro posto. Tanto Riso e Galaxy Runner buscavam progredir, mas ainda estavam entre os últimos do lote de onze animais (foram três forfaits – Leviatan, Pallito e Star Wars, este retirado no alinhamento).

Em plena reta final, Jet Lag entrou inteiro na frente. Olympic Ipswich partiu para cima do ponteiro, mas não obteve sucesso. Tanto Riso e Taksim chegaram a dar impressão, porém começaram a pular no mesmo lugar. Entretanto, Galaxy Runner engrenou forte pelo externo da raia. Passou para quarto, terceiro, segundo, atacou o alazão Jet Lag e pareceu que seria o ganhador. Entretanto, Jet Lag tinha reservas, abriu um pouco para defender o páreo e entrou para a história, como o grande derby-winner 2019. Galaxy Runner formou a dupla em mais uma bela performance (terminou em terceiro no F.E. de Paula Machado e acabou desclassificado). Olympic Ipswich, Taksim e Tanto Riso completaram o placar.

Apresentado em forma espetacular por Valter dos Santos Lopes, Jet Lag é um 3 anos, filho de Public Speaker e Emissora Regional, por Trempolino, criado pelo Haras Palmerini e defensor de Alberto Juarez Tiellet Miorim. Na sua quarta vitória, a primeira nobre e logo no Derby, Jet Lag parou os cronômetros em 2min26s79.

Fonte JCB/Fernando Lopes

Entre em contatoEstamos esperando sua mensagem!